Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2010

Surpresa do meu amor...

Namorado ontem me fez surpresa! Me deu de presente um ursinho LINDO que canta a música "don't worry, be happy...". Ao cantar, ele balança o pézinho no ritmo da música. Amei demais da conta... muito, muito!!!
A música é perfeita para um presente dele, já que ele consegue me fazer sorrir mesmo quando não tenho vontade e transforma qualquer dia nublado em manhã ensolarada!! Há 8 meses meus dias são mais alegres...




Don't worry be happy (Bob Marley) (clique no título para ser redirecionado a música
Here's a little song i wrote, You might want to sing it note for note, Don't worry, be happy
In every life we have some trouble, When you worry you make it double Don't worry, be happy Dont worry be happy now
Ain't got no place to lay your head, Somebody came and took your bed, Don't worry, be happy
The landlord say your rent is late, He may have to litigate, Dont worry (small laugh) be happy,
Look at me im happy, Don't worry, be happy
I give you my phone number, When your …

Te amo, mãe!!!!

Hoje revi um filme chamado "A garçonete". Um filme lindo, uma história de amor! Enquanto assistia, só pensava na minha mãe... Vou contar um pouquinho da história dela...
Minha mãe foi abandonada pela mãe aos 10 anos. Por falta de opção, meu avô a colocou num colégio interno até os 16 anos, quando ela voltou pra casa e passou a cuidar do meu avô e do meu tio, mais novo que ela. Casou com 33 anos, extremamente tarde para os padrões da época. Foi cegamente apaixonada pelo meu pai, de quem se separou com menos de 1 ano de casada e grávida de poucos meses de mim. Meu pai não estava sempre por perto e ela contava muito com o apoio do meu avô.
Teve o apoio do meu avô até eu ter uns 3 anos, depois precisou se virar sozinha.
Como não podia voltar ao mercado de trabalho (ela era secretária executiva) por causa da idade e por ter engordado muito, começou a trabalhar como cozinheira - cozinhar é uma grande paixão dela.




O salário não era grandes coisas e ela acumulava faxinas em casa de fam…

Um pedaço de você

"A grande tolice da humanidade foi fazer do amor uma idéia. O amor é o instinto. Dar-lhe cérebro é entristecê-lo".






Um pedaço de você já ficou no tempo, quando você deixou de ler um bom livro,
quando não acreditou naquele amigo, quando não aproveitou aquele instante para falar de amor, quando não abraçou seu pai e nem beijou a mãe.
Um pedaço de você se perdeu na curva, quando abandonou o seu sonho sem tentar, quando aceitou trabalhar onde não gostava, quando fazia o que não suportava,  quando disse sim, quando queria dizer não,  quando deixou o amor morrer antes de nascer, por medo de sofrer...
Um pedaço de você ficou  parado, quando você não quis fazer um novo percurso, quando se conformou com o velho, quando ficou parado vendo o povo correr, quando votou em branco se podia escolher, quando não apareceu quando era esperado.
A vida pede atitude em cada instante, e passa por cima de quem se cala, de quem aceita, de quem acredita que tudo está irremediavelmente perdido.
A vida desa…

Hoje é o primeiro dia do resto da minha vida!!

Por que eu ousei tentar. Ousei fazer diferente Ousei buscar o além
E tenho fé de que daqui para frente as coisas caminharão de forma diferente.

Para o namorado mais ocupado do mundo...

Sinto sua falta Não posso esperar Tanto tempo assim O nosso amor é novo É o velho amor ainda e sempre...
Não diga que não vem me ver De noite eu quero descansar Ir ao cinema com você Um filme à tôa no Pathé...
Que culpa a gente tem De ser feliz Que culpa a gente tem Meu bem! O mundo bem diante do nariz Feliz aqui e não além...
Me sinto só, me sinto só Me sinto tão seu Me sinto tão, me sinto só E sou teu!

Faço tanta coisa Pensando no momento de te ver A minha casa sem você é triste A espera arde sem me aquecer...
Não diga que você não volta Eu não vou conseguir dormir À noite eu quero descansar Sair à tôa por aí...
Que culpa a gente tem De ser feliz Eu digo eles ou nós dois O mundo bem diante do nariz Feliz agora e não depois...

(Música Tão seu - Skank)

Setembro... mês marcante!!

O mês de Setembro é marcante demais para mim... no sentido positivo e negativo... assim como os extremos Yin e Yang.
No dia 8, fez 5 anos da morte da minha melhor amiga, Marize. Impossível não imaginar como ela está, onde está, como seria minha vida se ela ainda estivesse aqui. Saudade, muita saudade!

Foi no dia 9, há 5 anos atrás que tive a primeira desconfiança da traição do meu ex marido... dia seguinte da morte da marize e eu chorava por 2 grandes motivos.

Dia 11, ontem fez 1 ano do meu divórcio. Passou rápido... Parece que foi ontem que minha amiga Andressa me acompanhava ao cartório e chorava junto comigo naquele momento tão doloroso.

Dia 11, ainda, tem a lembrança do ataque as torres gêmeas... aquele absurdo total!!

Mas tem as coisas boas...

Dia de Cosme e Damião!!! Adoro... rs!!!

Tem também o início da Primavera...

e o niver do meu querido amigo Laércio!!


Resumo dos últimos dias...

Exatamente 1 semana da última postagem... sinto falta de escrever aqui no blog. É como uma terapia!!! Coisas aconteceram... boas e ruins. Final de semana passado juntindo do meu amor, nada melhor, se não tivéssemos começado a discutir por causa do casamento de uma colega de trabalho. Ele não quis ir, eu aceitei. Depois entendi que ele também não queria que eu fosse. Sinto muito, eu fui! Discutimos, ciúmes, crises de possessividade. Chorei horrores!!
Mas o casamento foi ótimo! Pela primeira vez na vida bebi Sex on the beach... bebi 1, 2, 3 e fiquei mais pra lá do que pra cá!!! O feriado foi na cama... parecia que eu não era ninguém!! kkk

Detesto feriado na 3a feira. Vc volta sem pique e ainda faltam 3 dias para a semana acabar!! Mas, vamos que vamos!! 4a feira fechei um negócio muito bom para a minha vida profissional. Um desafio. Uma chance. Vão ser 2 meses de muito trabalho, mas no final sempre vale a pena!! Mas para que eu não ficasse tão empolgada, a noite, andando em casa, descalça e…

Nosso Lar

Ontem foi um dia excelente!!! Saimos, eu, mamãe e titia para almoçar e ver o filme NOSSO LAR. Foi fantástico... o almoço e mais ainda o filme!!!
Poucas vezes vi filmes baseados em algum livro que tenha sido tão fiel. Não sei se ao ler o livro sofremos algum  tipo de "sugestão" dos amigos esprituais, mas o fato é que muita coisa que imaginei ao ler o livro vi exatamente igual no filme. Fiquei curiosa com isso!!! Chorei em algumas passagens do filme:. No reencontro de Andé Luis com a Mãe e no momento que ele revê a família e se sente "substituído", cede a sentimentos primitivos, mas retorna a casa e olha para o seu "substituto" como um irmão e o cura!! Repensei oisas da minha própria vida...
Realmente Chico Xavier e Nosso Lar são presentes dos amigos lá de cima para nós!!
Obrigada!!!